A SGD, produtora mundial de frascos de vidro para as indústrias de cosméticos e perfumes, discretamente, em setembro do ano passado, mudou seu nome para Verescence.

A empresa inicia assim um novo capítulo em sua história. A Verescence também é produtora mundial de frascos de vidro, com mais de 120 anos de experiência neste mercado. Sua capacidade de produção é de um bilhão de unidades por ano.

A mudança é um marco importante na história da empresa, que agora passou a ser independente, atuando exclusivamente no mercado de perfumes e cosméticos. No Brasil, a SGD continua atuando no mercado de embalagens de vidro para a indústria da saúde.

O nome Verescence reflete a origem francesa e a tradição da empresa no mercado. Repleto de significados, ele combina suas habilidades vidreiras (Verre – vidro em francês) e sua natureza transformadora (Escent – sufixo em inglês que significa transformação): transformando areia em vidro, transformando conceitos criativos em produtos.

“Para nós, é uma oportunidade de ter uma marca que reflete o que somos hoje: uma empresa em transformação, que aspira a excelência. Uma empresa internacional, usando seu know-how, diversidade e talento para o benefício de seus clientes”, disse Thomas Riou, CEO da Verescence.

A empresa tem 4 plantas de produção de vidro, 5 plantas de decoração(3 delas na França), 3200 funcionários em vários continentes e uma rede comercial global e traz para o mercado soluções amigáveis e inovadoras. Em 2015, a atingiu um faturamento de 330 milhões de euros.