O mercado de cosméticos masculinos abriu novos caminhos na indústria da beleza, e vem se transformando ao longo dos últimos anos. Em 2016, segundo a Factor Kline, o setor atingiu o faturamento de vendas de US$4,5 bilhões, com taxa de crescimento superior a 3% nos últimos 5 anos (2011 a 2016). Os dados positivos são impulsionados por homens, cada vez mais cientes da necessidade de cuidados pessoais com o corpo e a beleza. Um exemplo da ascensão do mercado masculino é o crescimento de barbearias, segmento que está a pleno vapor com abertura constante de novas lojas para atender um consumidor cada vez mais exigente.

O crescimento deste setor tem previsões ainda mais otimistas para um futuro próximo. De acordo com o Global Industry Analysts Inc, o mercado global masculino deve duplicar seu crescimento e valerá US$ 43,6 bilhões até 2020. As quatro empresas líderes deste segmento são Unilever, Procter & Gamble, Colgate-Palmolive e L’Oréal. Juntas, representam 50% do mercado.

Elaine Gerchon, gerente de projetos da Factor Kline, acredita que “o aumento do poder de compra das novas gerações, que acompanham as tendências do mercado, principalmente através de celebridades, leva a “noção de autocuidado” a outro nível, com barbas perfeitas e o men bun (estilo de cabelo preso para o alto em coque). O homem de hoje procura não só o serviço em si, mas um lugar onde ele pode se sentir confortável e valorizado”. E a prospecção da executiva vai de encontro com um dos últimos lançamentos do mercado internacional. Em janeiro, o ex-jogador de futebol David Beckham anunciou sua própria linha de cosméticos masculinos, intitulada House 99, em parceria com a L’Oréal. O lançamento está marcado para fevereiro e, inicialmente, os produtos serão distribuídos apenas no Reino Unido. Entretanto, o poder de divulgação e influência do ex-jogador já está projetando vendas para muitos consumidores ao redor do mundo.

No recém-lançado “Spa, Salon and In-Store Treatments UK 2017 Report“, a empresa de pesquisa de mercado Mintel avaliou tendências em cuidados de beleza em spas, salões e áreas de tratamento similares no Reino Unido. Houve especialmente entre os homens uma tendência ascendente para massagens e depilação. De acordo com Mintel, quase metade (47%) dos homens entre 16 e 24 anos tiveram tratamento em um spa, salão ou similar no ano passado contra 33% em 2015. Os tratamentos preferidos são massagens profissionais ou depilação – 18% de depilação facial ou estilo (2015: 8%) e 17% de depilação corporal (2015: 6%).

No mercado brasileiro de cosméticos masculinos os consumidores podem encontrar várias opções de produtos para diferentes necessidades. A qualidade e a entrega das soluções só é possível com a formulação correta e com ativos inovadores. A Univar, empresa especializada em matéria-prima para cosméticos, esclarece que a “expertise da companhia que vende os produtos fará diferença na escolha, é preciso entregar o que os homens buscam, tanto os benefícios como o sensorial. Este público opta por produtos com sensorial leve e com multi propostas”. A BASF está lançando para o público masculino o ativo dermatológico Speci´Men™. Segundo a Univar, este é o primeiro ingrediente ativo desenvolvido especificamente para a pele masculina, que apresenta densidade de colágeno maior do que a feminina.

DrJohn

A propagação rápida das informações e as compras pela internet tem auxiliado o crescimento do segmento masculino na indústria cosmética. Dr. Jones, empresa dedicada exclusivamente a cosméticos para homens, vendida online – e na Sephora, ostenta em seus produtos um rótulo totalmente ilustrativo em que constam as principais informações do produto como efeito, nível de fixação e qual será o estilo alcançado. Guilherme Campos, sócio fundador da empresa diz que esse é um detalhe que faz toda a diferença neste tipo de público. “Os homens são mais objetivos, por isso pensamos que deixar claro o que o produto faz seria importante para nós e para nosso cliente”, explica.

Barbaefeito

A marca brasileira Barba de Respeito, criada em junho de 2016, também se beneficiou da popularização da internet e conseguiu garantir boa parte da renda online. “Hoje, 70% da nossa demanda de vendas é feita por e-commerce e entregues através do centro de distribuição ou dos correios. O restante, 30%, é feito por representantes, como rede de farmácias e barbearias”, explica Junior Gripa, sócio da Barba de Respeito.

A indústria de cosméticos masculinos passou a valorizar produtos para a barba a partir de 2013, com o “boom” do estilo lenhador. Apesar de não estar no primeiro lugar do ranking do segmento, a categoria de cosméticos para a barba representa uma boa fatia no total de vendas dos produtos masculinos, com crescimento de 6% e no Brasil, os produtos para atender as necessidades da barba começaram a apresentar maior diversidade e tecnologias.

Em importância, os produtos para barba estão para os homens assim como os produtos para os cabelos estão para as mulheres. A ascensão do segmento ganha força com o lançamento de produtos inovadores.

A marca Profuse criou duas soluções para minimizar a foliculite, uma das principais queixas do público masculino: um hidratante calmante (Nutrel Suavizante Balm) e uma água hidratante e anti-inflamatória em spray (Profuse Água Dermatológica).

Na esteira de produtos para barbas perfeitas a marca Barba de Respeito se estabilizou no mercado em poucos meses e conquistou a fidelidade do público masculino, mesmo em meio à crise econômica no país. “O produto de maior procura da marca é o Blend, para o crescimento de barba, o primeiro que lançamos e sua aceitação foi grande: 12 horas depois que comunicamos sobre o Blend pelo e-commerce, já tínhamos vários pedidos”, diz Junior Gripa. Os best sellers da marca são: desodorantes, anti-transpirantes e fragrâncias, com um crescimento sólido de 4,5% e US$ 1 bilhão em faturamento.

A Factor Kline prevê que a evolução do mercado de cosméticos masculinos continue, e com um crescimento de 3% ao ano, graças a um público crescente de homens gastando tempo e dinheiro em produtos para melhorar a aparência e a forma de como se sentem. O mercado deve continuar recebendo novas marcas, mas para que elas se mantenham e cresçam é fundamental acompanhar as tendências do mercado como um todo, inovar, investir em novas tecnologias para atender e surpreender o consumidor.

As tendências de mercado e comportamento serão apresentadas na FCE Cosmetique, que acontece entre os dias 22 a 25 de maio de 2018, no São Paulo Expo.

www.fcecosmetique.com.br