Em todo o mundo, o cuidado com os cabelos é uma prioridade para o consumidor de beleza hoje.

Dados recentes da Euromonitor International confirmam essa percepção, mostrando crescimento em todas as categorias e indicam que as vendas em valor total cresceram 3,4%, totalizando globalmente US $ 72,17 bilhões no ano passado.

A região Ásia-Pacífico tem a maior participação em vendas, com US $ 22,6 bilhões, um crescimento de 3,7%, enquanto a América do Norte, com US $ 13,9 bilhões, é a segunda no ranking, seguida de perto pela Europa Ocidental, com US $ 13,8 bilhões. A América Latina, aparece com forte participação em valor, com US $ 11,52 bilhões, enquanto o Oriente Médio e África, Europa Oriental e Australásia compõem o restante do total.
O Brasil com sua longa história de imigração da África, Europa, Japão e Oriente Médio e de miscigenação de raças, apresenta alto nível de diversidade étnica, e de desenvolvimento de produtos para todos os tipos de cabelo, especialmente encaracolados, dada a forte imigração africana na época da escravidão.

Assim, historicamente, o Brasil tem uma forte demanda por relaxantes capilares. Gradualmente, a indústria vai oferecendo mais e mais opções para os consumidores com cabelos étnicos, como se viu em 2016 com o boom dos produtos para cabelos encaracolados, ondulados e encarapinhados. Mas, de acordo com Manoella Cabrera Hernandes, Associada Senior de Novos Negócios para a agência de pesquisa de mercado Euromonitor, em sua apresentação no workshop ITEHPEC de Cabelo “Desafios e Estratégias em Hair Care”, promovido pela associação do setor – Abihpec este é o segmento que mais tem crescido na indústria. “A indústria como um todo teve uma queda entre 2015/2016, que foi sentida aqui no Brasil também, mas ainda assim, vemos potencial para o crescimento nos próximos 5 anos, ” avalia.

De acordo com Manoella, esse crescimento deverá vir do valor agregado aos produtos, ou premiunização, muito mais do que do aumento do volume de vendas em si.

O segmento que mais contribui com o mercado de beleza no mundo é o de cuidados com a pele, com aproximadamente 26% do mercado total. “É uma categoria que se adapta mais rápido às tendências, às mudanças de hábito e tem um ciclo de inovação um pouco mais rápido, ” diz Manoella Henandes.

De acordo com ela, a categoria de cabelos foi a última das categorias a sentir a crise e com potencial de crescimento para os próximos anos. “Hoje esperamos um crescimento médio de 4.3% do segmento de cabelo global nesse período de cinco anos. Então existe aí um potencial de crescimento, “ diz.

A categoria de cabelo representa 17% da indústria de beleza como um todo, mas segundo aponta o gráfico da Euromonitor, ela é formada ainda hoje por produtos muito básicos. Mais da metade da categoria é de xampus e condicionadores. E em seguida a categoria de colorantes, que vem caindo mundialmente. “O que nos leva a pensar se vale ou não investir em uma nova categoria, um novo produto, ou se manter os tradicionais, porém com maior valor agregado a essas categorias tão presentes no mercado, ” aponta Hernades.

A América Latina também tem uma indústria relevante de produtos para cabelos, com um mercado de US$ 12 milhões. Para se ter uma ideia, a expectativa para os próximos anos é de crescimento global de 4,3%, enquanto que na América Latina ele deve chegar a 6,2% ou 6,3% nos próximos cinco anos. Assim, Manoella vê oportunidades de crescimento para a região. “Apesar de emergente, o mercado de cabelos na América Latina é relevante, maduro e sofisticado em termos de consumo per capita em dólares, de onde se deduz que o consumo per capita na região é alto,” diz.

Entretanto, o mercado latino-americano como um todo, de acordo com a Euromonitor, apesar de maduro, muito grande e sofisticado, ainda é sensível a mudanças macroeconômicas e políticas e também à mudanças sociais, com resultados que impactaram o mercado de cabelos na região em US$ 20 milhões no período 2015/2016. Ainda assim, segundo a agência, deverá ocorrer um crescimento médio para a categoria de 6.2% na região, enquanto globalmente é esperado um crescimento de 4.3%.

Essas influências sociais deverão atuar sobre o crescimento esperado para esse mercado, através de produtos com maior valor agregado, mas, principalmente, pelas mudanças nos consumidores. Um grupo de jovens com demandas específicas sobre um produto, milleniums, pessoas que buscam informações mais detalhadas sobre determinado produto ou uma formulação diferente. Assim, a agência aponta que as mudanças sociais ainda devem impactar muito a indústria de beleza.

Tendências Globais para o Segmento de Cabelo

(Onde existe Oportunidades para surfar nessa onda de crescimento)

São três tendências globais apontadas pela Euromonitor internacional para os próximos cinco anos:

Beleza sustentável, já presente no mercado, mas que deve influenciar cada vez mais esse crescimento na categoria de cabelos, A tendência da beleza verde pede Ingredientes mais leves, Ingredientes naturais, Anti-poluição, livre de resíduos e eficiente no uso da água.

Diversidade – multiculturalidade da beleza para o segmento de cabelos;
Influência de skicare em produtos para os cabelos com influência de produtos para cuidados com a pele.

Beleza Sustentável, é uma tendência cada vez mais forte para o segmento de cabelos. Ela vem de encontro com esse grupo de jovens, de milleniums, de pessoas que querem ter uma mudança de estilo de vida em geral, especialmente em relação ao meio ambiente e à comunidade local. Algumas oportunidades para abordagem desse novo consumidor são: formulação com ingredientes novos mais sustentáveis, extratos de plantas, óleos, mas também a história por trás dessas formulações. Como as empresas trabalham com as comunidades locais na extração dos ingredientes. Aí está inclusive uma oportunidade de falar a esses consumidores sobre os “livres de” (free from) – sulfato, sal, esse é um claim para se conversar com esse consumidor que busca a beleza mais sustentável.

Diversidade e multiculturalidade devem vir com a customização de produtos, que conversem com o consumidor, sua identidade específica, ou para um grupo de pessoas, com uma religião específica, como o halal beauty, certificação mulçumana para produtos de beleza, que são fabricados, produzidos e composto de ingredientes permissíveis sob as leis islâmicas.

E produtos de maior valor agregado (premiunização) que tragam as funções diferenciadas de produtos para os cuidados com a pele, como produtos anti-poluição, ou produtos com filtros solares.

“O consumidor brasileiro é muito sofisticado, tanto em termos de gastos per capita quanto em termos de hábito e frequência de uso, com rotinas de cuidados capilares maduras e bem estabelecidas. Somos competitivos nessa categoria. Então porque não olhar para tendências externas e trazê-las para o país de maneira focada? ”, propõe Manuela.

Há muitos exemplos de produtos que os brasileiros têm adaptado de tendências globais, aqui vamos falar de apenas alguns:
rebelde

Dentro da linha produtos naturais, a Lola Cosmetics está lançando o xampu Rebelde Com Causa! (veja em Vitrine), cuja fórmula busca o equilíbrio entre couro cabeludo limpo e fio restaurado através de um ingrediente inovador, o Carvão Vegetal Ativado.

minhavo
A Inoar desenvolveu a linha Minha Vó Fazia, com pré-shampoo e shampoo com uma combinação poderosa, com óleos de alecrim, abacate e coco, além de ceramidas, colágeno, vitaminas e Whey Protein, que auxiliam no crescimento, fortalecimento e combate à queda dos fios. Os produtos são liberados para as técnicas Low Poo e No Poo e a empresa já exporta para profissionais e consumidores finais de mais de 40 países.

Doha

A DO•HA Professional busca ingredientes sustentáveis para seus produtos e lançou por exemplo um Esfoliante Pré-Shampoo, com microesferas à base de celulose. “A novidade é uma solução promissora, renovável e biodegradável para atenuar a poluição causada por microesferas plásticas em rios e oceanos do mundo, além de auxiliar o processo de remoção de células mortas do couro cabeludo, reequilibrando-o”, ressalta Aline Motta Fernandez, gerente de marketing da marca.

Da Feito Brasil, o Shampoo Refrescante Capilar e Corporal Homem Urbano, um produto multifuncional que pode ser usado nos cabelos e também como xampu para o corpo. Proporciona brilho, hidratação e reparação para os cabelos, além de manter a pele com aparência saudável, promovendo toque sedoso e macio. Contém queratina vegetal, água vegetal e não possui corantes.

Suryasemsal

E da Surya Brasil , o Shampoo Sem Sal Surya Brasil Coco e Ucuuba, feito com ingredientes naturais, como óleo orgânico de Capim Limão, coco e Ucuuba, além de ser vegano.

Fornecedores

A Symryse tem um produto especialmente desenvolvido para os efeitos da poluição sobre os cabelos:  Cremogen AlphaPulp. Trata-se de um composto feito de extrato de amêndoas doces, ácido málico, butileno glicol e concentrados de toronja, laranja, kiwi e suco de maçã preparados na água. A empresa afirma que o ácido málico é especificamente eficiente contra a poluição, enquanto que o extrato de amêndoas doces aumenta o brilho e a força dos cabelos danificados.