O volume de negócios realizados na Cosmoprof Bologna deste ano cresceu 67,5% em relação a 2003, atingindo o valor de R$
715.400,00 e a estimativa é de que os próximos 12 meses ainda rendam cerca de R$ 23,7 milhões aos cofres brasileiros.

As 31 empresas brasileiras que participaram do evento tiveram maior visibilidade na feira este ano e puderam testar cada vez com maior profissionalismo a aceitação de seus produtos no mercado europeu.

 

Pela primeira vez o pavilhão brasileiro, organizado e promovido pela ABIHPEC (Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), com o apoio da APEX-Brasil (Agencia para Promoção de Exportações do Brasil), esteve localizado dentro do pavilhão central de exposições, o que trouxe ao pavilhão visitantes qualitativos e contatos mais objetivos.

Entre os países que fecharam negócios com as empresas brasileiras neste ano estão: Emirados Árabes, Espanha, Holanda, Kwait, Itália, Hong Kong, Coréia, Rússia, México, Austrália, República Tcheca, Polônia, Nigéria e Egito. Os contatos com esses paises deverão ser ainda mais fortalecidos durante a BeautyWorld Middle East, feira de beleza que será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, de 26 a 28 de abril, com a participação de 24 empresas brasileiras.

Realizada de 2 a 5 de abril, a Cosmoprof Bologna posicionou o Brasil entre os paises produtores de cosméticos de maior destaque no mundo. “É crescente o interesse dos compradores por produtos que possuam um apelo natural e não há país melhor que o Brasil, com sua riquíssima biodiversidade para atender a essa demanda”, diz João Carlos Basílio, presidente da ABIHPEC.

 

A Bonyplus, fabricante de produtos para cabelos, que em sua terceira participação na Cosmoprof Bologna, adaptou seus catálogos para cinco idiomas (inglês, espanhol, alemão, árabe e russo) e desenvolveu embalagens exclusivas para exportação para os EUA e para o Oriente Médio, teve a recompensa que esperava: recebeu no stand cerca de 100 visitantes, de 30 países diferentes, que geraram pedidos de 25 containers, apenas no espaço da feira. A informação é de Paulo Miranda, gerente de exportações da empresa.

A SNC, fabricante de produtos para cabelos e pele, recebeu visitantes do Leste Europeu, África e Ásia e fechou novos negócios com paises como Egito e Polônia. Para Marcio Xavier, presidente da Anantha, produtora de perfumes e fragrâncias, que lançou uma linha exclusiva para exportação na Cosmoprof, os próprios visitantes o inspiraram a adequar ainda mais os produtos ao mercado internacional.

No dia 3 a Abihpec organizou um jantar para promover ainda mais o pavilhão brasileiro, tendo por convidados expositores brasileiros, jornalistas internacionais e autoridades, entre as quais o Diretor-Geral de Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores, Mario Vilalva; o Diretor de projetos da APEX-Brasil, Mauricio Borges.  

As empresas participantes da Cosmoprof Bologna deste ano foram: Amend, Anantha, Aroma do Campo, Basic Hair, Bhotanica, Bonyplus, Embelleze, Farmaervas, Foocanthy, Granado, Kanechomn, Kanitz, L’Ácqua di Fiori, Michel Mhereje, Mydorinet, Mundial, Natura, Nazca, Niasi, NY Looks, O Boticário, Oxyless, Perfumes Mauá, Porto Bianco, Racco, Shizen, Skala, Sther, Topp Dry, Tricofort e Valmari.