Segundo relatório da Marketsandmarkets, agência de pesquisa do mercado premium,estima-se que o mercado de embalagens de cosméticos cresça a uma taxa anual média de 5,4% de 2013 a 2018 e o mercado de máquinas de embalagem para cosméticos deverá chegar a US $ 2,5 bilhões em 2018. Com um enorme potencial de mercado e crescente preferência dos consumidores, o mercado de embalagens para cosméticos deverá alcançar um crescimento substancial nos próximos anos, avalia a agência. A grande maioria dos participantes dessa indústria desenvolve estratégias que vão da participação em feiras a lançamentos de novos produtos e parcerias com os empresas regionais para alcançar uma maior participação de mercado.

A embalagem em produtos de maquiagem tem uma participação muito importante para a maximização da venda do produto no ponto de venda – da funcionalidade e desempenho impecável, aos atrativos visuais. Na verdade, ela têm um papel essencial na apresentação dos produtos. É o componente tangível, que interfere na percepção do produto, sugere valor e por isso merece atenção das empresas quanto à sua qualidade e modernidade do design. Portanto esse é um mercado dinâmico que, se por um lado apresenta, a cada dia, maior grau de sofisticação e tecnologia, também busca a simplificação, com novas tecnologias e sustentabilidade.

Para Mirele Agustinho Martinez – gerente da Categoria Maquiagem de O Boticário, a embalagem é essencial nos produtos de maquiagem: “Especialmente, no segmento premium, o mercado exige que saiamos dos recursos puramente funcionais para adicionar elementos que agreguem estilo e despertem no consumidor encantamento e desejo. Além disso, ela ressalta, a embalagem tem papel fundamental para dar personalidade ao produto”. A principal marca premium de maquiagem do Grupo Boticário, Make B., tem parceria com a Swaroviski para garantir sofisticação às suas embalagens.

Make_BO Boticário – linha premium Make B. com Swaroviski

Na categoria de maquiagem, cada marca do Grupo tem características próprias pensadas para atender as necessidades das consumidoras cada vez mais exigentes. “Os produtos de Make B. entregam tecnologia, tendência e sofisticação, para mulheres conectadas que estão sempre em busca das últimas novidades do mundo da beleza. Já em Intense, outra marca de O Boticário, privilegiamos o lado mais prático e descomplicado, para mulheres que buscam looks arrasadores, mas sem perder muito tempo com isso,” aponta Mirele.

A Make Up In São Paulo, uma reunião de importantes players do mercado de maquiagem realizada pela terceira vez no Brasil no início de dezembro, trouxe fabricantes nacionais e internacionais de peso, novidades em maquiagem, esmaltes, produtores de embalagem, terceirizadores e profissionais especializados para incrementar ainda mais esse mercado no Brasil.

Geka5

Especialização em pincéis – Geka

Participantes:

O Grupo Geka (desde julho do ano passado uma empresa do Grupo Sulzer), líder em moldagem por injeção de plástico de alta precisão e uma das principais fabricantes de dispositivos aplicadores para a indústria de cosméticos, tem 3 divisões fortes de negócio: Geka Beauty, uma das líderes na fabricação de pincéis, aplicadores e de sistemas completos de embalagem para a indústria de cosméticos; Geka Acessórios, como o nome diz, de acessórios cosméticos e pincéis de barba e Geka Healthcare, que oferece componentes de tecnologia médica e sistemas de aplicação inovadores. A empresa abriu uma fábrica no Brasil e planeja investimentos para a produção exclusiva de pincéis. Fornece seus produtos para as principais indústrias do segmento no país.

A Beauty Streams, agência americana de tendências globais para as indústrias de beleza e de embalagens, com sede criativa em Paris, oferece insights para alimentar estratégias de marca, iniciativas de marketing e decisões de desenvolvimento de produto, entre outros serviços. De acordo com a agência, uma das tendências globais para sair da crise é saber como exportar.

Chromavis (desde 2013 parte do Grupo Fareva) é uma das maiores operadoras mundiais no b2b da indústria de maquiagem. Oferece uma gama completa em soluções em esmaltes, maquiagem e cuidados com a pele. Atualmente oferece a seus clientes uma gama completa de soluções de maquiagem e esmalte à produtos de cuidados com a pele.

Inovao indústria brasileira, com mais de 25 anos de experiência na fabricação e formulação de esmaltes para unhas. Terceiriza esmaltes para várias empresas, incorporando novas tecnologias e tendências de mercado.
Cosmogen3Cosmogen – acessórios aplicadores

Cosmogen marca francesa de aplicadores de cosméticos, com faturamento global de 21 milhões de euros, está presente no Brasil desde 2010 . A operação brasileira é hoje responsável por cerca de 20% de seu faturamento. Oferece ferramentas como pincéis e embalagens de luxo para cuidados com o rosto e para maquiagem. Levou para a MakeUp-In um kit de aplicadores de silicone patenteado. O silicone é a promessa de uma experiência completa para maquiagem e cuidados de pele com muitos benefícios, com a dupla ação nas funções de aplicação e massagem.

A Focus Química representou a empresa americana de esmaltes em gel Policromatic. A Focus fornece bases de suspensão, pigmento, base e top coat. Entre as novidades que trouxe para o país está o Gel Look, que parece, mas não é esmalte em gel, porque proporciona impressão de volume e brilho.

Adhespack
Adhespack – Digital Sampling

A Adhespack, empresa de desenvolvimento de ferramentas de marketing interativo, como adesivos para amostragem de produto, especialmente maquiagem e fragrâncias, levou para a feira um complemento de marketing para o segmento de maquiagem: o seu MakeUp Sticker® um material promocional impresso, fornecido em bobinas para pequenas e grandes tiragens, cuja principal característica é a flexibilidade de utilização: pode ser aplicado de forma automática em cartões, catálogos, encartes e anúncios de revistas, em vários formatos e cores. A empresa disponibiliza ainda o Digital Sampling®, que permite acessar o produto e todo um conteúdo digital como vídeos tutoriais, catálogos, lojas físicas e e-commerce através da própria amostra. “Desenvolvemos nossos produtos através da análise das tendências do mercado global e de solicitações do mercado.

A BASF lançou pigmentos de efeito para embalagens para agregar diferencial nos pontos de venda, disponíveis para os mais diversos tipos de aplicações, entre elas: o Glacier (efeito branco mais branco), Firemist (efeito fosco com brilho na luz dirigida e possibilidade de efeito furta-cor), e Magnapearl (linhas de pérolas tradicionais e econômicas) e Metasheen (efeito espelho prata ou colorido).

Acessórios de embalagens

Acessórios tornam-se cada vez mais parte integrante de cases e kits de maquiagem. “É preciso ferramentas e acessórios para garantir uma perfeita aplicação, como pincéis curvadores de cílios, pincéis, etc, que normalmente são muito difíceis de carregar no dia a dia. Grandes marcas buscam incorporar todas as essas ferramentas na embalagem para tornarem tais dispositivos portáteis,” diz Ricardo Petruccioni, CEO da Primera Beauty Design & Packaging.

 

quemdisse

quem disse Berenice? – desempenho e funcionalidade 

“O mercado de maquiagem exige funcionalidade, que em muitos casos está diretamente relacionado a performance do produto. Além disso, a categoria guarda estreita relação com moda e estilo, o que demanda a constante evolução do design, para conectar e traduzir atualidade e modernidade”, diz a gerente da Categoria Maquiagem de O Boticário.

Mas alguns projetos embalagem para maquiagem de certa forma não são viáveis para a maioria dos produtores. “Só os grandes players detém as condições para investimentos em desenvolvimentos exclusivos, além de demanda adequada para garantir lotes necessários nas indústrias de embalagens. Os pequenos e médios players só conseguem itens de alta tecnologia através de importadores e distribuidores que possam oferecer produtos em lotes menores. Como é o caso da Primera,” garante Petruccioni.

Primera

Primera – personalização acessível

Investimentos e demanda

Uma da principais fabricantes da indústria francesa e europeia de cosméticos, a terceirizadora de marcas próprias Alkos segue nova estratégia global e intensifica suas atividades no continente americano, com foco no Brasil.

Fundado em 2008, o Grupo ALKOS é composto por três empresas: a ALKOS Cosmétiques, fabricante de em lápis e embalagens plásticas; a INTER Cosmétiques, fabricante de produtos para os cuidados com a pele e especialista em maquiagem e a SAGAL Cosmétiques, fabricante de sabonetes perfumados e deo colônias em bastão (deo sticks), com um volume de negócios total de cerca de € 60 milhões estimados em 2016. A empresa exporta principalmente lápis de maquiagem para diversas aplicações. Mais de 8% do total de vendas da empresa estão na França e Europa Ocidental, 20% em outros países do mundo, EUA, Ásia e Oriente Médio. O grupo visitou a MakeUp In no país para prospectar relacionamentos fortes e projetos de serviços completos.

Durante a MakeUp In o grupo apresentou seus mais recentes lançamentos e inovações, apresentando várias fórmulas adaptadas ao mercado brasileiro e suas necessidades específicas. “O Brasil é um dos maiores mercados e de mais rápido crescimento no mundo. Atualmente é o terceiro maior mercado de produtos cosméticos e de cuidados pessoais no mundo. O seu forte desempenho econômico nesta indústria e as impressionantes perspectivas de crescimento sólido oferecem oportunidades significativas para o Grupo ALKOS,” diz Philippe Pavageau, presidente da Alkos. Para conquistar novos mercados, Philipe diz que segue uma estratégia: “Em um primeiro momento exportamos nossos lápis, para que percebam a qualidade de nossos produtos. Os clientes acabam gostando de nossas fórmulas e passam a querer outros produtos”.

Philipe já trabalhou no Brasil há cerca de 15 anos, com a Yves Rocher. Em seu retorno, encontrou mercado diferente: “ Está mais sofisticado. Há maior oferta, mais empresas, muitos canais de distribuição e multicanais”, diz.

Akos

Alkos – qualidade e adaptabilidade nas fórmulas

Seu recado dele é direto e objetivo: “Antes de olharem o preço, vejam nossos produtos nossa qualidade. Podemos fazer quase tudo, em termos de terceirização. Somos uma empresa pragmática, com approach de querer ser flexível. Ele garante que pode produzir especialmente para o Brasil, inclusive localmente se os volumes forem suficientes. “ O conceito é mudar o “feito da França”para “Feito na França e produzido no Brasil ou em outra parte do mundo” e explica: “Se as empresas quiserem exportar, estamos em vários países e podemos ajudá-las a produzir fórmulas adaptadas para qualquer país. É o conceito de “global attending”, pois focamos mais em R&D e marketing , do que ter uma fábricas em vários países.”

O Brasil continua sendo, apesar de algumas crises econômicas, o país mais promissor para as multinacionais continuarem a crescer.Por isso feiras como a Make Up In são bem vidas, pois trazem informação, tecnologia e parcerias para as empresas daqui.

Para o professor da ESPM, Fabio Mestriner, a embalagem é uma potente ferramenta de comunicação e deve ser usada pelas empresas para trabalhar pelo negócio. “A embalagem não pode mais ser usada apenas para carregar e proteger o produto. Deve ser aproveitada como ferramenta de marketing, veículo de comunicação e até mesmo elo de conexão com a internet”, considera o professor. “É o veículo de mídia que atinge com a maior precisão, fala com 100% dos consumidores conhecidos”, diz Mestriner, que é também membro da Associação Brasileira de Embalagem  – ABRE.

O produto é uma entidade complexa, tem inúmeros componentes abstratos, e as cores entram na construção da sua personalidade. “Cor é sensação, age sobre o sistema nervoso. A embalagem é o universo do detalhe: vence a soma dos detalhes”, declara.