Os produtos da rotina de higiene e beleza masculina ao longo dos últimos anos vêm passando por mudanças sutis, intimamente ligadas à mudança de comportamento dos homens. Hoje a barba longa foi incorporada a esse novo perfil masculino, inclusive com o surgimento de salões especializados em design e tratamento de barbas e cabelos. Há novos desodorantes masculinos antiperspirantes para quem treina e pratica esportes, ou os que duram até 48 horas, além de produtos multifuncionais para o banho, tratamento, produtos da biodiversidade brasileira e, até mesmo sabonetes e desodorantes íntimos masculinos.

Diante de tantos produtos e do gosto por perfumes – mais frescos aqui no Brasil, mas agora já incorporando os produtos para o corpo, como desodorantes e sabonetes de perfumes de linha, que nem sempre são tão frescos – conciliar fragrâncias diversas acaba sendo uma tarefa nem sempre simples. Combinar fragrâncias grooming – aquelas utilizadas para diversos tipos de produtos de higiene e tratamento masculinos – com as fragrâncias usadas no dia a dia ou os perfumes utilizados à noite, em ocasiões mais especiais passou a ser um desafio.

“Apesar de respeitar as exigências de um briefing, olfativamente este tipo de fragrância é muito focada em 2 principais atributos: o frescor quase mandatório desta categoria e o aspecto casual, que torna a fragrância fácil de usar e de combinar com o perfume de outros produtos que fazem parte da rotina de beleza masculina. Vale ressaltar que a sofisticação tem sido um ponto relevante e bastante considerado pelas marcas, que buscam cada vez mais desassociar a imagem destas fragrâncias de notas simplesmente funcionais e assépticas”, diz Milena Siqueira, gerente de marketing para Fragrâncias da casa de perfumaria francesa Mane.

Segundo a Abihpec – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o setor de fragrâncias no país deverá registrar uma expansão do faturamento, em termos reais, entre 1% e 3% este ano, em relação a 2016. E dados da agência de pesquisa de mercado global Euromonitor, apontam para o crescimento do volume de ingredientes para fragrâncias em beleza e cuidados pessoais, que deve ser de 2,3% este ano, com previsão de alta de 3,6% em 2018.

De acordo com Milena, as fragrâncias grooming eram caracterizadas por notas assépticas e funcionais, bastante limpas, muito associadas aos produtos pós-barba. “Basicamente estruturas fougères, aromáticas tradicionais. Este tipo de fragrância evoluiu muito, ganhou facetas mais perfumísticas e sofisticadas, com nuances até mesmo orientais e ambaradas, mas sem nunca perder seu frescor original, sua essência e herança”, diz Milena Siqueira.

Em resumo as duas fragrâncias devem se harmonizar. É comum é o uso de desodorantes sem perfume, com o perfume preferido para a noite. Ou produtos de higiene da mesma marca do perfume.

O que acontece muitas vezes é que nem sempre há os desenvolvimentos de linha da marca de perfume escolhida, ou vice-versa, um perfume para o sabonete ou o desodorante preferidos. Para as opções internacionais, muitas vezes suas linhas complementares (sabonete ou gel de banho, creme de barbear e desodorante) não chegam ao país, já que nem sempre as importadoras consideram que tais produtos alcancem vendas lucrativas. Uma parcela do público masculino acaba optando pela aplicação moderada de body sprays, de perfume mais intenso, porém sem a ação antitranspirante.
Estruturas Aromáticas

“Seja no mercado brasileiro ou internacional, os códigos olfativos da perfumaria masculinas sempre mantiveram em sua essência as fragrâncias grooming, que nada mais são do que o frescor semelhante à estrutura aromática dos produtos pós-barba. Porém, é importante destacar que este ramo da perfumaria pode ser mais extenso do que se imagina, e vem crescendo cada vez mais, dando destaque às mesclas de notas frutais e orientais de maneira inusitada”, diz Mathilde Champetier, diretora associada de desenvolvimento de fragrâncias da Firmenich, citando exemplos nacionais: Egeo Bomb For Him, de O Boticario – couro e caramelo, traz colônia e hidratante corporal na linha – Impression, da marca Eudora – cardamomo, pimenta branca, couro e notas amadeiradas.

quasarsurfQuasar Surf de O Boticário

Para ela é possível explorar este mundo olfativo de forma mais ampla: “Nessa onda de modernidade, encontramos variações ao redor do frescor masculino incluindo: especiarias geladas, facetas transparentes, aquáticas e amadeiradas que não deixam de transmitir força e virilidade, traduzindo sofisticação e fluidez”, diz Mathilde, exemplificando com o Eau de Parfum Zaad Mondo – fresco com um toque frutado combinado a notas amadeiradas e, ainda, um acorde de Blue Juniper– , com o seu Antitranspirante Aerosol e a deo colônia Quasar Surf – um mix de flores do Pacífico, algas do Atlântico e madeiras da Oceania, que apresenta ainda um Body Spray, ambas as fragrâncias de O Boticário.

Elixir_NaturaEssencial Elixir, Natura 

O frescor mantido nas fragrâncias masculinas nacionais também sofre influências de outros países. Com isso, de acordo com Mathilde, os perfumistas brasileiros adotam e arriscam notas diferenciadas, como os desenvolvimentos de Essencial Elixir, de Natura – notas clássicas e amadeiradas combinada com a intensidade do couro – e Tharros, desenvolvimento para o mercado brasileiro da Korres – um aromático Fougére, com Pimenta Rosa, Lentisco e Sândalo. “O frescor nunca deixará de ser um dos elementos mais familiares e indispensáveis, garantindo maior aceitação e preferência das fragrâncias”, atesta.

KorresTharros, de Korres

Na opinião de Olivier Paget, perfumista da casa de fragrâncias alemã Drom Fragrances, os produtos de higiene de perfumaria masculina continuam com fragrâncias qualificadas como “frescas” ou, não enjoativas, porque é a procura do bem-estar, da liberdade que lideram o uso destes produtos.

“As notas frescas vão ser criadas em cima da família das Fougères, cujos ingredientes contem notas de Lavanda, Gerânio Palmarosa, Bergamota e fava Tonka, principalmente”, diz. “Podem ser ampliadas as notas voláteis com o frescor dos cítricos, ou também diminuído o gerânio para usar notas florais masculinas mais transparentes, ou, ainda, seguir a tendência das notas modernas ambaradas, muito comum nos últimos 5 anos” indica.

Há que se considerar ainda uma diferenciação entre os produtos que se vendem em supermercados e farmácias e os que são comprados em lojas franqueadas ou por venda direta e online – de produtos premium e grooming de produtos populares. “A distinção, entre os tipos de venda, acaba por distinguir os produtos, Topline ou popular. Isso é normal, em razão do poder aquisitivo do consumidor”, ressalta
o perfumista.

DiorsportHommeDior Homme
Para Olivier na perfumaria grooming há certas notas masculinas que se detacam. “Temos o novo frescor, que existe há mais de 20 anos, devido ao uso em overdose da molecula de Dihydromyrcenol, (Cool Water 1988, de Davidoff); temos notas de muguet e jasmin transparentes, mais “abertas”, outdoorsy, que deixam o conforto livre, (Dior Homme Sport 2008) e temos a combinação de notas ozonicas combinadas a ingredientes modernos ambarados, que trazem uma certa masculinidade “seca” (Invictus 2013).