Embora as apostas no mercado chinês sejam grandes, tendo em vista sua população na casa do bilhão, a AC Nilsen constatou que marcas estrangeiras estão perdendo mercado para as empresas chinesas. Mesmo tendo entrado na China há anos, gigantes como a Kao e Unilever obtiveram apenas 4% e 9% de crescimento respectivamente. Esta tendência, de acordo com a agência, se aplica a 13 das 22 categorias pesquisadas.

 

As marcas estrangeiras têm melhores chances em Shangai e Beijing onde os consumidores são mais educados e tem melhor acesso à grande variedade de marcas. Entretanto, quando se trata de estatísticas que envolvem as regiões rurais, as marcas locais têm ganhos de mercado constante, em torno de 10%. Na verdade produtos cosméticos e de higiene pessoal estão crescendo rápido nessas áreas. O fato é atribuído à estratégias de marketing setoriais. Com os bolsos grandes, marcas multinacionais tendem a focar em grandes campanhas para alcançar os consumidores. Uma pesquisa da China Cosmetics News mostrou que apenas 6% dos consumidores são atraídos por anúncios.

 

As marcas locais, por sua vez, apostam na sua rede de distribuição estabelecida, além da alta incidência nas prateleiras.Dizem que La Fang e Slek crescem duas vezes o que crescem empresas multinacionais. Talvez seja essa a razão para a L´Oreal ter demonstrado interesse na compra das marcas locais Mininurse e Yue-Sai.

O Euromonitor prevê que o mercado de cuidados com a pele chinês crescerá cerca de 10%. Há uma forte demanda por produtos de clareamento da pele, bem como  de produtos antiidade, estes com a enorme expectativa de crescimento em torno de 59%.

 

Entre os produtos para cabelos, a demanda por produtos para coloração cresceu 104%. A expectativa por uma demanda por produtos de condicionamento segue a dos colorantes.

 

Um grande número de marcas cópias é o maior obstáculo de marcas que pretendem fabricar na China. A Procter & Gamble teve um prejuízo relatado de US$ 150m o ano passado na China, como resultado da cópia de seus produtos. Yiwu in Zhejiang, Shaole in Hunan e Linyi in Shandong são conhecidos centros copiadores.

 

Entretanto, as altas taxas de previsão de crescimento de 48% para os produtos de tratamento para os cabelos e 62% para produtos de tratamento para a pele continuam a trazer novos investimentos estrangeiros.

www.cosmeticsint.co.uk