A partir de 2021, diversos tipos de plásticos descartáveis deverão ser banidos em toda a União Europeia. Entre os itens, são incluídos embalagens (especialmente de alimentos), canudos e cotonetes. Para valer, a lei votada nesta quarta-feira (24) precisa ser aprovada pelos estados-membros.

A Lei é uma tentativa de parar a poluição plástica nos oceanos, onde, cada vez mais são consumidos por animais marinhos. São artefatos plásticos de uso único, a exemplo de canudos, cotonetes, recipientes de poliestireno expandido (EPS) e embalagens contendo componentes oxidegradáveis, como sacos, embalagens e recipientes de fast food de poliestireno expandido.

A meta é que os plásticos descartáveis que não possuem alternativa ecológica sejam reduzidos em pelo menos 25% até 2025. Garrafas de bebidas também deverão ser coletadas e recicladas em uma taxa de 90% até 2025. Pontas de cigarro, componentes notavelmente resilientes da poluição plástica, terão de ser reduzidas em 50% até 2025 e 80% até 2030.

“É a primeira estratégia no mundo a olhar por completo a questão dos plásticos na nossa economia” declarou Frans Timmermans, primeiro vice presidente da Comissão Europeia.