Foto: Alexandre Alves e Ignatius Alexander

 

Paris Riviera_pq

 

1 – Quando e por quem a Paris Riviera foi criada e qual é o conceito da marca?

A Paris Riviera foi criada pela Asten International, em Dubai, no final de 2016. Esse processo envolveu pesquisas nos mercados Europeu, Asiático e Americano, comandada pelo seu bureau de criação na Alemanha.
O conceito da marca é oferecer ao consumidor a melhor qualidade pelo menor preço (Low Price Market) sem abrir mão de uma apresentação atraente, jovem e vibrante, tanto quanto ótimo acabamento em frascos, embalagens e, sobretudo, fragrâncias finas, selecionadas com óleos essenciais naturais, evitando produtos sintéticos. Seus perfumistas são do Grupo Oudh Al Anfar; com larga experiência na produção de fragrâncias e óleos essenciais.

 

2 – Um ano depois e a marca já está chegando ao mercado brasileiro?

A marca foi lançada em simultaneamente em mais de 30 países em junho de 2017 (quando foi iniciado o processo de importação no Brasil). É uma marca jovem, pensada por experientes perfumistas com mais de 60 anos no mercado: Grupo Oudh Al Anfar.

 

3 – Qual a expectativa da marca para o ano que vem?

Para o Brasil em 2018, a marca tem a expectativa de figurar entre as três mais vendidas no mercado massivo brasileiro, atuando em todos os estados e com presença significativa no e-commerce.
Para o mercado global, os objetivos envolvem estar em mais de 100 países (hoje, já está em 50); com um mix de 150 produtos que atinjam os três nichos principais do mercado: massivo, semi prestigio e prestigio (hoje, tem 60 produtos nos nichos massivo e semi prestigio).

 

4 – Os produtos são contra tipos ou inspirados em fragrâncias famosas? Por que a empresa acredita que a marca de perfumes poderá conquistar um bom espaço no mercado brasileiro, com um mercado forte de boas fragrâncias nacionais a preços competitivos?

Perfumes inspirados em fragrâncias famosas, mas não contratipos.
Esse é um mercado que cresce muito em todo o mundo, sendo que, mesmo grandes casas de fragrâncias seletivas, lançam produtos (sobretudo no mercado de celebridades) que se inspiram em seus best sellers seletivos: é uma tendência que se consolida no mercado global. A perfumaria no Brasil amadureceu muito nos últimos anos, com criações que começam a ser referência até mesmo em outros países, mas, há uma enorme demanda reprimida por produtos que se inspiram em fragrâncias seletivas. É nesse mercado que nós queremos atuar. Já quando vislumbramos o aspecto preço, os produtos importados do mercado massivo são imbatíveis, chegando (em estados que não tem majoração de substituição tributária) muito mais competitivos que os produtos nacionais, em torno de R$60,oo.

 

5 – A Bespoke Fragrances tem bons perfumistas em Dubai. Eles criam perfumes inspirados em outros para a Paris Rivera?

A Bespoke Fragrances tem bons perfumistas que criam fragrâncias vendidas no mundo todo. No Brasil ela é importadora/distribuidora de fragrâncias que se inspiram em fragrâncias seletivas. Não podemos ignorar esse mercado, cuja demanda global ultrapassa a marca de 500 milhões de frascos/ano.

 

Paris Riviera

 

6 – Aonde são produzidas as embalagens?

Dubai, China, Índia e Alemanha (embalagens) e fragrâncias vindas da França.

 

7 – A empresa pretende importar integralmente os perfumes ou produzirá algumas partes no país?

A Paris Riviera apenas importa. O que mudará em 2018 é que a fábrica manterá um entreposto nos Estados Unidos para atender ao Brasil com maior rapidez e menor custo logístico.

 

8 – A empresa promoveu  um evento que reuniu os representantes de todo o país. Quantos são eles e como funcionará a distribuição em um país de dimensões continentais?

São 25 representantes ao todo. Eles atuam em todos os canais de vendas do mercado: varejo (todos os segmentos), distribuidores e e-commerce. O atendimento é potencializado com a ajuda de distribuidores regionais que possuem maior alcance,  sobretudo com maior facilidade logística.

 

9 – Vocês terão e-commerce? Quando a marca entrará em operação no país?

Inicialmente a empresa fará a gestão do e-commerce no Brasil através de marketplaces. Esse é um mercado que cresce a cada ano, atingindo em 2016 a impressionante marca de mais de 3,5 negócios por segundo. Nossa estreia se dará nos próximos dias, em dois grandes gestores de marketplace: B2W e Cnova. Os demais players deste mercado serão contemplados no início de 2018.

 

10 – Em quantos países vocês estão presentes e qual é em média o faturamento global da empresa?

Hoje em mais de 50 países e a receita de 2017 deve ficar em US$ 480 milhões.