Heidi Morawetz, uma das mais icônicas maquiadoras de Chanel, morreu aos 79 anos de idade.

Criadora do esmalte Rouge Noir, usado por Uma Thurman em ‘Pulp Fiction’, uma mistura de preto e vermelho e da base iluminadora Le Blanc, composta por hamamélis, pó de sílica e extrato de alcaçuz e que também funciona como um corretivo, a maquiadora foi fiel colaboradora da Maison Chanel, onde trabalhou por quase três décadas ao lado de Dominique Moncourtois como Diretora da marca de luxo do Make-up Creation Studio.

Heidi_avec

Heidi e  Dominique: criação

Sua carreira inclui uma colaboração com o fotógrafo Guy Bourdin em algumas de suas campanhas, nos anos 70, o que atraiu a atenção de Yves Saint Laurent. O designer francês confiou a ela a criação da primeira linha de maquiagem da empresa, vendida a partir de 1978 e que inaugurou uma fonte de renda até hoje importante para a empresa.
Rouge_Noir
Rouge Noir

Os fotógrafos Helmut Newton, Irving Penn, Sarah Moon e Richard Avedon foram outros artistas que confiaram em seu olho clínico. Heidi Morawetz disse anos depois que sua profissão era fundamental em uma época em que não havia retoques digitais, tudo tinha que ser corrigido com maquiagem antes da foto.