A Natura assume, a partir de maio, as operações da The Body Shop na América Latina, como parte da estratégia de captura de sinergias pelo grupo Natura &Co, alinhado com o plano de transformação da marca britânica de cosméticos. O objetivo é fortalecer a presença da marca na região, preservando a independência e a identidade das duas companhias.

Hoje, a The Body Shop tem cerca de 160 lojas na América Latina, entre franquias e lojas próprias. Está presente no Brasil, Chile e México. A Diretora de Varejo da Natura, Paula Andrade vai liderar também a operação da The Body Shop na região, aproveitando as estruturas entre as duas operações. No Brasil, onde se concentram a maior parte das lojas, haverá um Gerente Geral, assim como no Chile e no México.

“Queremos, com esse passo, que as duas marcas sejam bem-sucedidas na América Latina, preservando suas identidades. O objetivo é aproveitar a estrutura da Natura e melhor capturar as sinergias operacionais existentes entre os dois negócios, em áreas como infraestrutura, finanças e tecnologia, para proporcionar à The Body Shop um crescimento consistente na região”, afirma Paula Andrade.

Na América Latina, o plano inclui adaptação do portfólio global para as especificidades da região, com maior ênfase no segmento de fragrâncias e presentes, revisão do gerenciamento de processos da rede de lojas, com adoção de novos sistemas que tornem o varejo da The Body Shop mais competitivo, e aumento da percepção de marca. Além disso, será possível otimizar custos de produção da The Body Shop, usando a escala da Natura.

A operação da Natura no varejo também segue em expansão, com 37 lojas próprias no Brasil e nove em mercados internacionais. No segundo trimestre, estão previstas a inauguração de mais oito lojas no mercado doméstico.