A Pollux, empresa de tecnologia industrial, que desenvolve soluções de manufatura avançada, robótica colaborativa, robótica móvel, sistemas de visão e internet industrial, levou para a FCE Cosmetique, que se encerra amanhã, dia 23, três de seus equipamentos mais requisitados.

“Trouxemos 3 soluções, uma Solução na forma IA, uma solução de Inteligência Artificial, um robô autônomo, que é para o transporte e logística interna dentro da fábrica e a solução de Track & Trace, que faz a serialização (identificação na caixa através de código cereal, que permite fazer a rastreabilidade do produto) e rastreabilidade com a possibilidade também de estar integrada ao robô interativo. Esse robô faz armação de caixas, ele pode colocar os frascos dentro da caixa, fazer a paletização e uma grande variedade de operações. Junto com uma garra pneumática, o robô agarra as caixas e vai montando o pallet,” diz Beatriz Santini Gerente de marketing.

A Pollux é a primeira empresa a trazer a tecnologia dos robôs colaborativos para o Brasil. “Introduzir um sistema de serialização e rastreabilidade na produção por exemplo, significa traçar o histórico, aplicação ou localização de um item através de uma coleta inteligente e automatizada de dados.”, explica Santini.

De tamanho compacto, os robôs colaborativos podem trabalhar lado a lado com as pessoas, desempenhando tarefas repetitivas e de precisão.

A empresa tem uma unidade de negócio específica para projetar e executar estratégias de integração entre tecnologias de operação (OT) e tecnologias de informação (IT)

Além de vendas, a empresa atua através do modelo de negócio de locação dos equipamentos. “A locação para uma operação de dois turnos empata o valor e para uma operação em três turnos, o robô gera uma economia de até R$ 200 mil por ano,” garante Santini.

Entre as vantagens que sistemas robotizados oferecem estão: o trabalho 24 horas com maior assertividade, e a questão de economia na paletização, já que esta é uma questão de ergonomia para poupar movimentos repetitivos do operador.

Atualmente há cerca de 350 robôs instalados no país, nas mais diversas áreas. No setor cosmético, as empresas L´Oreal, Natura e O Boticário já robotizaram parte de suas operações.