A Amazon entrou na categoria de maquiagem virtual em colaboração com o ModiFace, negócio de realidade virtual da L’Oréal, permitindo que os clientes do site possam usar seus telefones celulares para testar digitalmente os tons de batom de diversas marcas, inclusive de concorrentes da L’Oreal, como a Clinique da Estée Lauder, ou Revlon.

O contrato vai além dos testes de maquiagem apenas para as marcas próprias da L’Oreal, que incluem Maybelline e Lancome, mas se limita a batons por enquanto. O serviço será lançado nos Estados Unidos e no Japão em meados de 2019.
A simulação de Realidade Aumentada (RA) de cada tonalidade é fornecida automaticamente com base na análise de informações alimentadas por IA fornecidas por marcas de maquiagem.

A ModiFace, empresa canadense especializada em Realidade Aumentada e Inteligência Artificial , já fez parceria com a Garnier, a MAC Cosmetics, além da Macy’s, Sephora e Facebook.

O CEO da ModiFace, Parham Aarabi, disse que ficou “feliz” em fazer parceria com a Amazon e que a parceria permitiria que os clientes facilmente “testassem milhares de batons disponíveis na Amazon”.

A vantagem, segundo o chefe de beleza da Amazon, Nicolas Le Bourgeois é que a nova tecnologia permitirá que os clientes da Amazon ‘experimentem milhares de batons, salvem fotos em seus dispositivos e compartilhem com amigos, para comprarem com maior confiança.’

A L’Oreal comprou a ModiFace em março de 2018, pois investe em tecnologia, desenvolve escovas de cabelos sensoriais “inteligentes” que dizem às pessoas como cuidar de seus cabelos ou testes virtuais para uma geração de consumidores que fazem uso de “selfies”.

A Amazon, por sua vez, acaba de lançar sua própria linha de beleza e cosméticos chamada “Belei”, aproveitando a crescente demanda por cremes e tratamentos para a pele.