O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), aprovou a aquisição da The Body Shop, empresa fundada na Inglaterra por Anita Rodick e pertencente à L´Oréal, pela empresa brasileira Natura Cosméticos.

O Cade entende que o negócio não gera preocupações concorrenciais, uma vez que a participação de mercado conjunta das empresas após a operação é inferior a 20%.

O parecer técnico, anunciado no site do Cade aponta que o único segmento em que a participação conjunta seria superior a 20% é o de fragrâncias, mas a Natura já detinha mais que isso do mercado e o incremento trazido pela The Body Shop será “insignificante”.

A operação também não deve afetar a distribuição de cosméticos e produtos de cuidados pessoais ou o acesso de fornecedores a canais de varejo porque Natura e The Body Shop dispõem de estrutura exclusiva de distribuição, conforme o parecer técnico.