A Serviços de Pesquisa de Percepção (PRS), empresa líder em pesquisa de embalagens, vem realizando pesquisas com compradores nos últimos quatro anos, acompanhando o que os compradores dizem e fazem em relação à embalagem e ao meio ambiente. Nossas últimas descobertas apontam para  um desejo crescente de selecionar embalagens ambientalmente amigáveis, juntamente com o aumento nas frustrações em relação a como fazê-lo.

No ano passado houve um aumento na proporção de consumidores que querem escolher embalagens ambientalmente amigáveis, e apesar da economia, a metade disse que estar disposta a pagar mais por essas embalagens. Isto é especialmente verdadeiro entre os consumidores mais jovens (menores de 40).

Felizmente, as reivindicações ambientais em relação às embalagens abundam. De fato, nos últimos dois anos, a maioria dos compradores disse ter visto mais apelo ambiental ao comprar produtos em mercearias. Além disso, mais da metade da amostragem da pesquisa relatou que ver tais apelos impacta positivamente seu comportamento de compra.
Das várias reivindicações vistas, aquelas que têm a ver com reciclagem (recicláveis, feitos de material reciclado) são tanto ou mais notadas e tem o maior impacto sobre o comportamento de compra. Inversamente, as feitas com menos material a reivindicação é menos influente.

O Impacto da reinvidicação

Para entender mais especificamente quais reivindicações ambientais funcionam bem em embalagens, foi realizado um estudo separado no ano passado, para avaliar oito reivindicações diferentes que existem em várias marcas nacionais e regionais de água engarrafada. Avaliamos os pedidos em termos de quão significativos eles são para os compradores, bem como a forma perceptíveis eles são quanto a embalagem  (usando PRS Eye-Tracking).

Aprendemos que, enquanto “100% reciclável” foi a mensagem  mais significativa, ela também foi de longe a menos perceptível,  (vista por apenas 4% dos compradores). Nenhum dos créditos foi visto por mais de 30% dos compradores (ou seja, 70% ou mais, não viram os créditos). Além disso, muitos dos créditos, tais como aqueles ‘à base de plantas’, Ecologicamente-Formatado e ‘1% para o planeta’ – não eram nada significativos para os compradores.

Claro, informando que uma embalagem  é reciclável só será verdadeiramente significativa se os compradores de fato reciclam suas embalagens. Em nossa pesquisa de rastreamento, dois terços disseram que reciclar as embalagens em uma base regular – e no ano passado, vimos um aumento na proporção de compradores verificando se uma embalagem  pode ser reciclada antes de comprá-lo.

Lembrando de Reciclar

Notadamente, aqueles que não reciclam, disseram  que a única grande razão pela qual eles não o fazem  é porque se esquecem de fazê-lo. Isto sugere que as mensagens podem servir como um lembrete útil. Incentivar mais reciclagem também ajudaria a preencher a lacuna entre a preocupação declarada dos compradores quanto ao meio ambiente (66% muito / um pouco preocupados) e seus níveis de atividade em ajudar o meio ambiente (46% muito pouco ativos).

Ajudar os consumidores a lembrar de reciclar em casa se encaixa muito bem com os recentes esforços por parte de várias empresas de bens de consumo a assumir os custos de reciclagem de suas embalagens após o uso – conhecido como “responsabilidade estendida do produtor”. Esses esforços incluem a criação de caixas de coleta de reciclagem em lojas como acontece aqui no Brasil nas lojas do  O Boticário, ou em supermercados, como o Pão de Açúcar por exemplo.
A embalagem reciclada é transformada em um recipiente de produto similar ou transformada para alguma outra finalidade – como escovas de dente e lâminas de plástico, copos de iogurte ou guardanapos de xícaras de café de papel. (Veja nossa entrevista com a Terra Cycle)


Mensagens Artesanais

Como a maioria das empresas de bens de consumo está desenvolvendo vários tipos de planos de “sustentabilidade” para embalagens (reduzindo a quantidade de material utilizado, utilizando material reciclado e / ou materiais recicláveis ou renováveis), será importante educar (ou no mínimo, informá-las) sobre os esforços que têm sido feito para que elas sejam capazes de combinar suas ações de compra com os seus objetivos ambientais.

Além de fornecer alternativas significativas em termos de produtos e embalagens que realmente oferecem benefícios ambientais, os fabricantes podem ajudar os compradores elaborando mensagens adequadas que informem (ex, “feita a partir de 30% de conteúdo reciclado “) e incentivem (” 100% reciclável “). A execução da mensagem também é crucial. A mensagem deve estar visível. Se não for vista, todos os esforços para proporcionar benefícios ambientais poderiam então ser em vão.

Os compradores realmente querem ajudar o meio ambiente, mas eles precisam de ajuda para fazê-lo de forma eficaz e consistente. Enquanto as embalagens não comprometerem a funcionalidade, os consumidores estão dispostos a pagar um pouco mais por uma embalagem amiga do ambiente, desde que eles compreendam quais embalagens são melhores para o ambiente e sejam lembrados das medidas que podem tomar.

Com a criação de embalagens ambientalmente amigáveis que proporcionam benefícios que os consumidores se preocupem, compreendam e façam uso, as empresas acabarão reduzindo o desperdício e diminuindo a pegada de carbono. E isso é algo de que a Mãe Terra pode se orgulhar!


*** A PRS é uma empresa líder em pesquisa de embalagens. Jonathan Asher gerencia as relações com clientes importantes, como a Kimberly-Clark, por exemplo, supervisionando estudos qualitativos e quantitativos. Asher tem mais de 25 anos de experiência em pesquisa de marketing e design de marcas para bens de consumo embalados.