Pavilhão Brasileiro (verde) conquista maior visibilidade

Entre 01 e 04 de abril a indústria brasileira de cosméticos participa pela quinta vez consecutiva da Cosmoprof Bologna, maior feira de cosméticos do mundo, na Itália.

Trinta e duas empresas vão expor seus produtos no Pavilhão Brasileiro, mais amplo e com maior visibilidade este ano.

A Abihpec, com apoio da Apex-Brasil investe novamente no conceito da rica biodiversidade brasileira, aliada a projetos de responsabilidade social e políticas ambientais, que têm gerado bons frutos para o projeto exportador.

“As exportações brasileiras do setor cresceram 97,5% nos últimos cinco anos, e a expectativa é que elas aumentem mais 20% até o final de 2005”, diz João Carlos Basilio da Silva, presidente da associação. No ano passado, as exportações cresceram 36%. “Atualmente, os cosméticos brasileiros, em especial artigos de higiene oral, cuidados para cabelo e sabonetes, são exportados para mais de 130 países. No entanto essa indústria tem ainda um grande potencial a ser explorado”.

O Pavilhão Brasileiro – que estará ao lado de expositores especializados em produtos com componentes naturais – terá a participação das seguintes empresas: Anantha, Aroma do Campo, Bell Soft, Belofio, Bonyplus, Chamma da Amazônia, Driss, Extrato Phlora, Farmaervas, Foocanthyworld, Granado Brazil, Hinode, HSA do Brasil, Impala, International Mydori, Kanechomn, L’Ácqua di Fiori, M. Cassab, Maxteam, Merheje, Natura, Nazca, Niasi, O Boticário, Ox Cosméticos, Shizen, Skafe Cosméticos, Sther, Suissa, Surya Henna, Valmari e Vitaderm.

Algumas empresas participam da feira desde que a Abihpec e a Apex-Brasil levaram para a Cosmoprof Bolonha o Pavilhão Brasileiro.Este é o caso do O Boticário, maior franquia de cosméticos do país (2300 lojas e 900 pontos de venda) que, de acordo com a sua área internacional vê na feira uma oportunidade de prospectar potenciais parcerias para o mercado internacional.

A empresa estará levando um mix diferenciado em quantidade para o mercado internacional, mas sem nenhum produto específico especialmente desenvolvido para o mercado italiano ou europeu, além da adequação dos EDTs. “Vamos enfatizar o perfume masculino Malbec e seu conceito, além  da versão feminina do feminino Arbo”, diz a área internacional da empresa.”


A Nazca também participa pela quinta vez da feira e vê no mercado internacional uma “grande  oportunidade de negócios para o futuro.” Por isso participa principalmente para divulgar a qualidade, tecnologia e diversidade de seus produtos. A empresa desenvolveu especialmente a linha Sphere Plus para exportação, tanto na embalagem quanto na formulação que se utiliza princípios ativos diferenciados (leia em Vitrine).

A Natura maior empresa brasileira de venda direta, com 433 mil consultoras de beleza espalhadas pelo país, participa pela quarta  vez do evento. Seu objetivo desta vez é antecipar as novidades da abertura da loja Maison Natura em Paris, produtos e conceitos da Natura e da linha Ekos.

Pela primeira vez na Cosmoprof Bolonha a Impala, uma das mais importantes fabricantes de esmaltes do país, dá inicio a um plano de exportação “seguro e paulatino” para perpetuar a marca no mercado externo.

Seus esforços para a entrada no mercado internacional envolveram a adequação de seus lançamentos recentes de maneira a atender características específicas do mercado externo. Além da linha Pelle a Pelle, a Impala levará para a Bolonha as linhas Hipo, de esmaltes hipoalergênicos; Impala Care, de produtos específicos para o tratamento das unhas; Impala Kids, de esmaltes exclusivamente infantis; e Fasano for Men.