Esta semana o mercado cosmético viu uma das mais concorridas feiras do setor, a FCE Cosmetique. Corredores, estandes e palestras sempre lotados… é o que se esperava de uma feira, e o que aconteceu de fato, como em outros anos.

Algumas vezes vimos temas surgindo, como sustentabilidade, biodiversidade, nanotecnologia, entre os mais recentes, mas, também frascos decorados vidros e plásticos, novas tecnologias em maquinário, casas de fragrância que foram chegando ao país … o grande palco de novidades do mercado são as feiras setorizadas e a FCE Cosmetique tem cumprido o seu papel.

Este ano o que vimos, além dos diversos e amplos lançamentos em tecnologias variadas, equipes de suprimentos (entre outras) de grandes empresas, mais distribuidores chegando e se associando a empresas brasileiras, tendências dos mercados asiáticos – especialmente da Coreia, e terceirizadores – crescendo e aparecendo – assim como o público de leigos buscando novas aventuras.

A começar por terceirizadores, estavam presentes em estandes, Lipson, Fiabila, Adhespack, Leclaire, Arcade Beauty e Minha Fábrica e a Fareva, grupo familiar francês com 39 plantas no mundo, pela primeira vez em uma feira. Esse grupo de empresas atende a demandas variadas de empresas – grandes médias e pequenas -, a pessoas pouco conhecedoras do negócio, mas que sonham em ter uma marca de cosméticos, ou de perfumes, pessoas de outras áreas de negócios que querem oferecer um mimo a seus clientes.

Fiabila2

Fiabila: qualidade

“Trouxemos   qualidade incomparável para o mercado brasileiro”, garante Alexandre Miasnik , diretor da Fiabila, que produz esmaltes de maneira terceirizada, do design à entrega para grandes empresas em todo o mundo. No Brasil a empresa comprou e reformou uma fábrica no interior de São Paulo. Ali, garante Miasnik, a produção poderá atender a quaisquer volumes.

Este ano o que vimos, além dos diversos e amplos lançamentos em tecnologias variadas, equipes de suprimentos (entre outras) de grandes empresas, mais distribuidores chegando e se associando a empresas brasileiras, tendências dos mercados asiáticos – especialmente da Coreia, e terceirizadores – crescendo e aparecendo – assim como o público de leigos buscando novas aventuras.

Para vidros é mais simples porque normalmente as empresas fabricantes têm modelos padrão em estoque e podem disponibilizar de 10 a 15 mil vidros a qualquer momento, o que é diferente quando a demanda é por design exclusivo. Nesse caso a tiragem precisa ser grande para compensar a sua produção”, diz Moyama. A Fareva atende aos segmentos de hidrocoólicos (perfumes, xampus, shower gel), skincare e maquiagem. “O importante dessa nossa primeira participação em feira é o network com os clientes”, diz Moyama.

Victória Romano, que possui marca própria de cosméticos, a Hey Pretty, é uma das visitantes que busca soluções para sua produção. “A marca é nova no mercado então vim buscar parceiros e novidades. Já vi algumas que, com certeza quero colocar na minha linha, coisas que são tendências lá fora, mas que não possuíam fornecedores aqui, em segmentos como cosméticos verdes e veganos, inovação em cores, todo tipo de coisa”.

A Arcade Beauty, empresa americana de amostragem, comprou a brasileira Mappel, de terceirização em 2015, e passou a oferecer serviços de terceirização apenas no Brasil. Atua com clientes do brasil e do exterior. Tem planta em Diadema para a produção de cremes e loções, produtos para bebês, proteção solar, tratamento para os cabelos e dermocosméticos, para pequenas, médias e grandes empresas. É a primeira vez que a empresa se apresenta na FCE Cosmetique também como terceirista. “Contamos com equipamentos para fazer envase de sachês, bisnagas, frascos e potes. Também envasamos blísteres para tratamento facial, corporal e capilar e até mesmo para maquiagem, com possibilidade de desenvolvimento de moldes exclusivos”, indicou a diretora industrial Maria Isabel Luz.

Entre suas tecnologias para amostragem de fragrâncias estão: DisCover ®, etiqueta perfumada com óleo essencial aplicado entre duas camadas de filme com sistema “Abre e Fecha”; EasyLip ®, Selo com estrutura em alumínio termo selada. O granel do batom é envasado entre as duas camadas da estrutura. Ou Easysnap, dose única de líquidos e emulsões de produtos de beleza, em Pouch laminado e multicamadas com sistema de abertura que permite o manuseio com uma mão apenas.

Adhespack Group, grupo brasileiro fundado em 2000, apresentou suas três unidades de negócios: SkinLab, com terceirização de cosméticos e amostragens convencionais; Adhespack Divisão Gráfica, com impressos de amostragem plana para perfumaria, maquiagens e cosméticos. O Self Sampling ®, uma tecnologia avançada na experimentação de produtos em pontos de venda direta, que proporciona interatividade na amostragem de fragrâncias e maquiagens através de sistema automatizado em que o sampling é dispensado a um simples toque. “Dispensa a necessidade da presença de um promotor de vendas, “tester” ou ainda a violação de embalagens e lacres”, disse a empresa.

A Lipson foi fundada em 1989 e produz cremes e loções, maquiagem, produtos de higiene pessoal e fragrâncias. Possui Laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento, Controle de Qualidade Físico, Químico e Microbiológico.

MinhaFabrica

Minha Fábrica

Tradicional no mercado, a Minha Fábrica oferece serviços de fabricação e/ou envasamento de aerossóis para terceiros, da indústria de cosméticos e de saneantes domissanitários. Atua desde a concepção á entrega do produto acabado, passando pela compra, recebimento, controle de qualidade e estocagem de insumos. O pequeno estande da empresa mantinha pessoas dentro e fora, no corredor, em animada interagem.

E o grupo paranaense Leclair, de São José dos Pinhais, vem crescendo. Inaugurado em 1998 para a produção de sabonetes em barra de alta qualidade, hidrocoólicos e semilíquidos em pequenos volumes, há três anos inaugurou a Unidade de Envase de Hidroalcoólicos, passando a oferecer ao mercado o serviço de envase de miniaturas e de embalagens convencionais, fabricados na própria indústria ou de outros fabricantes. E em 2013 inaugurou a unidade de Armazenagem e Serviços equipada como operadora logística para atender a todas as necessidades de armazenagem, serviços, picking e distribuição para a indústria cosmética, além de outros segmentos. Rodrigo Popov, gerente de marketing e Comercial, atendia a um cliente internacional na feira.

 

Algo das palestras

Elaine Scarelli, líder regional de home e personal care da Dupont, palestrou no primeiro dia de evento sobre o gene care USMSBA, um ingrediente 100% natural produzido pela Dupont,  que ajuda no combate ao frizz e danos capilares. “Esse ingrediente fortalece o cabelo. Falamos sobre alinhamento e condicionamento dos fios para  um aspecto mais saudável dos fios. No entanto, essas características estão atreladas à uma tendência de se ter os cabelos mais saudáveis e não dá para falar disso sem mencionar o couro cabeludo.

Scarelli conta que o produto, à base de Trimethylglycine faz com que o cabelo seja hidratado corretamente, para nascer e crescer saudável. “O produto tem todo tipo de certificação, o que hoje em dia é utilizado em produtos naturais, orgânicos e veganos.”

No segundo dia de atividades do Congresso de Cosmetologia da ABC – Associação Brasileira de Cosmetologia, que acontece dentro da FCE Cosmetique, Jonathan Biancarelli, diretor de Estratégia Digital da L’Oréal Paris, lembrou na palestra O comportamento do jovem consumidor nas redes sociais que “Precisamos repensar a maneira de interagir com eles, que não são apenas consumidores. Eles querem ser consumatores – consomem e agem”.

Attila Julio Almásy, diretor Comercial e de Vendas da Aercamp lembrou que embora tenha sido criada há quase cem anos, a tecnologia do spray aerossol é parte muito importante da indústria de cosméticos, garantindo a praticidade de uso e produtos totalmente herméticos – “ainda é imbatível,” diz.

Percepções sobre o crescente público masculino de cosméticos foram apresentadas e debatidos no Congresso de Cosmetologia. “Códigos antropológicos de comportamento das regiões do Brasil trazem variações”, disse Edmar Bulla, CEO da Croma Solutions. “Isso direciona muito o desenvolvimento de produtos, do ponto de vista de fragrância. Nosso estudo sobre essa questão mostra as aderências para o nordestino, por exemplo, em comparação ao sulista. Essa percepção foi utilizada para personalizar os testers das revistas de venda direta”.

Bulla ainda contou que, embora os jovens sejam os mais preocupados com a longevidade, eles preferem investir em qualidade de vida. “Esse público prioriza estética e tratamentos que sejam muito mais relacionados ao autocuidado, em vez de um aspecto eminentemente externo”. Apontou ainda para a aderência da classe C. “Ela é aberta ao setor e vai voltar agora com o pós-crise”.

Novos ativos

A Symrise, apresentou dois novos produtos. “Um deles, à base de microalgas do Mediterrâneo, controla a oleosidade e melhora a hipersensibilidade cutânea. O outro, feito a partir de uma microalga do Taiti, atua aumentando a fase de crescimento do cabelo, tornando-o mais forte, denso e resistente”, conta Julio Bombonati, gerente da divisão latino-americana de Marketing da Symrise.

A Chemyunion  integrou em suas experiências sensoriais e tecnológicas um espaço exclusivo para homens testarem cremes. “A ideia do lounge é mostrar aos fabricantes as possibilidades do que pode ser feito com as matérias-primas que a Chemyunion põe no mercado. “É uma forma de dinamizar o relacionamento com os clientes”, disse Sérgio C. Gonçalves, diretor de Marketing e Negócios Internacionais da empresa.

A DSM, representada pela distribuidora Focus Química, lança um novo ativo que combate o envelhecimento prematuro da pele causado pelo estresse do dia a dia. “Serve para qualquer tipo de pele e é para qualquer pessoa, independentemente da idade”, contou Amanda Omodei, gerente de Marketing Técnico da Focus Química.


Embalagens

PremierPack

Premier Pack: Decoração em  três faces

Embalagens são uma tradição na FCE Cosmetique e esse ano a Premier Pack apresentou embalagens exclusivas, em projetos criados especialmente para as empresas, como a embalagem da colônia Verbena, da Granado, de 300 ml, ou a da The Body Shop, Arruda e Sal Grosso, um difusor de ambientes com pintura e serigrafia nas 3 faces.

Antilhas

Antilhas: Aposta nas embalagens Premium e  em dobráveis

Referência em segmento de embalagens cartonadas, sacolas e caixas, a Antilhas apresentou produtos ‘premiunizados’. “Dos segmentos em que atuamos hoje, o cosmético é o mais expressivo. Hoje, ele representa cerca de 60%, 70% do nosso negócio”, conta o gerente de vendas João Elcio Luongo Junior.

“Nosso principal foco é oferecer uma embalagem cujo valor agregado ao produto é percebido pelo consumidor – e que também não seja imediatamente descartável”. Entre os benefícios das embalagens “flat” no estande, está a embalagem dobrável, que oferecem a possibilidade de economia de até 80% no frete, já que as embalagens ocupam menos espaço na logística.