Lançado em junho, LUI é a nova fragrância da tradicional e famosa casa de fragrâncias e cosméticos francesa Guerlain que dispensa definição para o seu gênero. Ainda não chegou ao país, mas nos países em que está sendo lançada, provoca, pois aposta na mistura de gêneros.

“Feminino. Masculino. Porque escolher? LUI é uma fragrância que gosta de causar problemas. Nem totalmente feminina nem verdadeiramente masculina, é ambos de uma só vez. Inspirada por uma geração que se liberta das normas de gênero, Guerlain teve a ideia de uma fragrância inconfundivelmente universal, “, propõe a luxuosa casa de fragrâncias.

LUI é descrito como um aroma floral, amadeirado e picante. Seu caminho de fragrância ambígua é baseado no benjoim: floral, especiado e amadeirado por sua vez, a resina é revelada em toda sua complexidade à medida que a composição criada pelo perfumista Delphine Jelk e Thierry Wasser se desdobra. Os dois queriam surpreender com um perfume inesperado, que mistura gêneros e cria um novo. O resultado é um perfume que busca a ambivalência. Uma fragrância única que se revela na pele.

Tem notas de topo de pera e cravo. Notas de coração de beijoim, uma resina balsâmica obtida da casca de várias espécies de árvores e cravo, com notas de base de couro, baunilha, almíscar e fumaça, veículo para fazer brilhar outras notas.

O frasco é preto lacado, elegante, com cantos chanfrados, em estilo Art Deco. O frasco de LUI empresta o design de uma criação histórica de Jacques Guerlain de 1929: LIU, que envolveu a emancipação feminina no cheiro de liberdade.