Fundada há 35 anos, a Impala, fabricante de esmaltes de unha e, mais recentemente, de perfumes e produtos para o corpo tem mostrado a força do seu marketing interno com boas idéias e belas campanhas.

 

Marina Cabral, responsável pela área é administradora de empresas por formação, trabalhou na área de exportação da empresa, mas foi seduzida pelo marketing. Casada com Edison Scroback, dono da empresa, desde 2001, essa americana de Nova York, filha de mãe brasileira e consumidora voraz de cosméticos, formou para a área uma equipe unida e competente e os resultados têm sido promissores.

 

 

Qual a importância das campanhas veiculadas a datas especiais? Elas realmente produzem resultados?

 

A Impala faz campanhas em datas específicas, sempre direcionadas ao consumidor final, distribuindo brindes, oferecendo kits especiais. O objetivo desse tipo de ação é gerar experimentação e atrair novos consumidores e o trabalho tem mostrado resultados eficientes.

 

Qual é a história de sua carreira? E como foi a sua transição para o mercado cosmético?

 

Iniciei minha carreira há 23 anos na área financeira. Sou formada em Administração de Empresas e sempre atuei na área financeira. Há 3 anos vim a trabalhar na Impala. A princípio trabalhei na área de exportação, mas o marketing me seduziu. Sempre gostei de trabalhar e de adquirir novos conhecimentos. Além disso, sou consumidora voraz de cosméticos, tinha o feeling de que poderia dar certo. Surgiu a oportunidade e eu agarrei.  Formei uma boa equipe, e os resultados têm sido surpreendentes. Tenho certeza, que minha formação financeira ajudou no trabalho que desempenho, pois analiso a viabilidade de cada passo que damos. Temos o direito de sonhar, já que é um departamento de criação, mas os pés não saem do chão.

 

Qual é a sua filosofia na condução do marketing da empresa?

Que a imagem da Impala corresponda à qualidade de seus produtos. Que exista critério em cada passo que damos, em cada pensamento. Nosso maior patrimônio é a marca que foi construída há 35 anos, cuidamos dela como um filho muito querido.

 

A intuição é uma ferramenta para o marketing?

Sem dúvida, mas não pode ser considerada isoladamente.

 

É importante ser arrojado ou ter os pés mais fincados em previsões e pesquisas?

Sou arrojada, empreendedora, mas nunca deixo de me basear nas pesquisas, até porque a economia brasileira não permite que seja diferente.

 

Quais são as vantagens e desvantagens em criar campanhas no próprio marketing da empresa?

Veja bem, não são todas as campanhas que criamos internamente, embora haja condições com o potencial dessa equipe. No entanto acredito na importância de se estar sempre atentos a possibilidades diferentes, em se poder analisar e escolher o que for melhor.

As vantagens são inúmeras, pois o acompanhamento acirrado, nos torna mais ágeis e as respostas vêm de imediato. O resultado é sempre positivo. Não vejo desvantagens.

                                                                                  
Equipe: Victor Munhoz, Katia Maluf Marina, Angélica, Irana Santos e Fernanda Tomé

Em que conta uma equipe afinada?

Tudo. As pessoas são comprometidas com a mesma filosofia. Todos querem chegar no mesmo lugar, a linguagem é a mesma. Não há competição. No marketing da Impala o mérito é sempre da equipe como um todo. Da secretária ao boy, dos chefes de produto ao gerente de marketing.

 

 

Como é prever os produtos que funcionarão no mercado brasileiro?

Estamos antenados. Viajamos muito ao exterior, buscando tendências, lançamentos.  Adequamos ao nosso clima, ao nosso público alvo, ao nosso mercado. Existem critérios e nossas previsões são fundamentadas.

 

Qual é a medida certa entre ser popular e ter produtos exclusivos?

Medida certa significa bom senso. A Impala tem produtos populares e tem produtos exclusivos para o público mais exigente. O que conta são preços justos e produtos de qualidade. A Impala pratica esse lema com eficiência.

 

Existem quaisquer considerações sobre uma extensão adicional da marca?

Qualquer consideração seria prematura.

 

Como você vê os negócios em Internet? Quanto você acredita no potencial de comunicação desta mídia?

Sem dúvida nenhuma é uma ferramenta de grande potencial.

 

Você acredita que ela possibilite atingir mais facilmente negócios no exterior? Ou ainda, realizar vendas com maior agilidade?

Para divulgação da nossa marca funciona de maneira muito positiva. Para o mercado externo, a internet vem despertando um número relevante de visitas ao nosso site, gerando negócios promissores.

 

A Impala exporta? Para quais países? Quais são seus mercados prioritários e os que espera atingir?

Atualmente a Impala exporta para Portugal. Estamos planejando para 2005 entrar no mercado americano.