1 – Quais são as características do mercado adolescente?

A Clean & Clear fez pesquisas qualitativas e quantitativas para entender o seu público e detectou que este consumidor jovem está sempre em transformação, principalmente por conta das novas tecnologias, como a Internet e os celulares. Sabemos que o jovem está se tornando cada vez mais exigente e independente, que ele escolhe seus próprios produtos. Esta é uma geração mais impaciente e mais dinâmica, multitarefas.


2 – Que tipo de produtos cosméticos eles buscam?

Eles querem produtos mais eficazes e produtos que funcionem mais rápido. Quando identificamos isso, lançamos uma linha anti-acne com foco na rapidez que o produto trata a acne, que é em questão de horas. Tudo isso vem dessa tendência, porque o consumidor jovem está acostumado a respostas rápidas, tanto pela Internet, como pelo celular.

3 – Então quais são as tendências que estas pesquisas detectaram?

Uma das grandes tendências atuais é a maquiagem. Cada vez mais crianças e pré-adolescentes começam a usar algum tipo de maquiagem diariamente, para irem inclusive à escola, não apenas para sair. Então a Clean & Clear desenvolveu produtos de limpeza, que estão dentro deste novo hábito, como  removedores de maquiagem, necessários para depois da balada. São produtos práticos, fáceis de serem utilizados, tanto por meninas quanto por meninos, que possam ser associados a essa vida intensa, cheia de atividades.

4 – Em termos estatísticos, de quanto é esse público no Brasil?

Sabemos que é um percentual grande, de mais de um milhão de pessoas nas classes A e B entre o público feminino. Trata-se de um segmento grande e uma tendência forte no mercado. Por isso estão surgindo cada vez mais marcas para esse público, tanto que nossas próprias marcas da Jhonson & Johnson estão buscando um foco cada vez maior nesse segmento. Acabamos de lançar o Sempre Livre Teens, mas Clean & Clear foi uma marca pioneira. Em 1995 trouxemos a marca ao país, usando uma comunicação voltada para os adolescentes, buscando entender realmente as necessidades desse público.

Quando ela foi adquirida da Revlon a Johnson & Johnson, reposicionou completamente a marca e a comunicação, porque nesse segmento de limpeza os jovens começam a sofrer com o problema da pele oleosa e da acne. Assim ela buscou uma comunicação mais educativa mesmo, em seus pontos de venda, para que o jovem entenda que para melhorar a pele é preciso tratá-la. Hoje Clean & Clear é a primeira marca no segmento de limpeza da pele, considerando Nívea e L´Oreal, que não são focadas em limpeza da pele.


5 – Essa linha que está sendo lançada – Deep Clean (Veja em Vitrine) – é para o tratamento da acne?

A linha tem quatro produtos para a pele jovem, mais oleosa. Seus ingredientes ativos agem como um tratamento completo para esse tipo de pele. O Gel de Limpeza Refrescante, além do mentol, que traz a refrescância que traz alívio as pessoas com esse tipo de pele, inclui o ácido salicílico, que promove uma esfoliação química, profunda mesmo na pele, que ajuda na renovação celular. O tônico de efeito gelado, além do aspecto sensorial de trazer maior refrescância proporcionado pelo mentol, inclui o ácido glicólico, que fecha os poros, evitando a entrada de impurezas, o que auxilia na prevenção da acne.

6 – O creme não tem ativos?

O creme de limpeza refrescante é bem focado em limpeza. Ele é muito prático porque a pessoa não precisa enxaguar para limpar o rosto, o que é o diferencial dele. Normalmente os jovens chegam cansados de festas e não querem molhar o rosto para limpá-lo para não perder o sono. O jovem pode perceber no algodão  que ele realmente está removendo a sujeira, as impurezas, mas nesse caso não tem um ingrediente ativo específico. Faz o papel de limpar o rosto, o que já auxilia na prevenção e educa o adolescente mostrando que é preciso deixar a pele do rosto limpa.


7 – A marca Clean & Clear tem previsão de atuar com maquiagem de tratamento para adolescentes?

Não, hoje a marca é mais focada em cuidado facial e produto de tratamento, com grande foco em produtos de limpeza.  O que temos nos EUA são produtos que cobrem as espinhas, disfarçando-a, ao mesmo tempo em que trata de secá-las. Temos por exemplo base sem brilho. Não são produtos de maquiagem, mas produtos complementares que ajudam a disfarçar problemas de pele com tratamento. Cedo ou tarde deveremos trazê-los ao país. Mas há uma série de produtos que pretendemos trazer que deverão chegar aos poucos, para que eles possam atingir o seu potencial máximo neste mercado.


8 – A campanha de Deep Action será desenvolvida no Brasil?

A campanha para o lançamento da linha ainda está em produção. Está sendo desenvolvida especificamente para o Brasil pela DM9DDB, mas ainda está em fase de produção. Devemos entrar no ar em agosto/setembro em canais de TV aberta e revistas para o público jovem, para reforçar nossa liderança.


9 – A linha Deep Action foi desenvolvida aqui ou nos EUA?

Dos quatro produtos da linha, dois foram desenvolvidos no Brasil, aqui no Centro de Pesquisas Tecnológicas da J&J. Um deles é o gel de limpeza é inovador. Detectamos em pesquisa que as pessoas com pele oleosa preferem usar gel. Ele foi inteiramente desenvolvido aqui e será lançado também nos Estados Unidos, juntamente com o creme de limpeza.

10 – A que se deve essa liderança? A um trabalho feito com o produto nos pontos de venda, ao mercado ou à distribuição?

É um trabalho completo. Além de oferecer produtos muito bons, acho que toda categoria, todo mercado exige inovações, mas beleza exige inovações muito mais rápidas. Nesse sentido trazemos sempre muita inovação porque conhecemos muito bem o nosso público. Somos especialistas em peles oleosas e no tratamento da acne. Fomos a primeira marca a trazer uma linha de limpeza que atua também como  tratamento para cravos. Então, acho que nossa principal característica é o investimento em inovação e mídia para o consumidor, no varejo. É o segmento onde menos as marcas investem e a Johnson focou nele.

11 – Esse foco é na prevenção então?

Sim. A limpeza é a porta de entrada para os cuidados faciais e de beleza para este público jovem. É aí que nossos produtos atuam como produtos que educam. Por isso nossas comunicações com esse consumidor buscam invariavelmente a educação pela prevenção. Para as meninas de 10 a 12 anos que começam a usar maquiagem e que começam a desenvolver espinhas, ensinamos que a limpeza tem etapas: limpeza, tonificação e tratamento. Isso aparece na campanha, na bula dos produtos, nos pontos de venda. Sabemos que é quando ela está aberta a conhecer os produtos e a buscar informações daquela categoria. Então temos folhetos, material de apoio e promotoras nas lojas.

12 – A Clean & Clear que é uma marca para um público jovem, em formação, tem uma preocupação com o meio ambiente, no sentido de tornar seus produtos mais limpos? Sejam nos ativos ou nas embalagens?

A Clean & Clear, por ser uma marca da Johnson& Johnson segue todas as normas ambientais, porque a JJ é uma empresa muito preocupada com o meio ambiente. Agora, especificamente a Clean & Clear está trazendo para o nosso time de embalagens, profissionais da Natura, empresa referência em embalagens recicláveis. Sabemos que o jovem tem essa preocupação e estamos trabalhando para utilizar produtos que impactem o meio ambiente cada vez menos.