O isolamento social, necessário contra o COVID-19, tem revelado um aumento dos casos e da intensidade de violência contra as mulheres, com um crescimento de cerca de 37% das denúncias no Ligue 180, segundo o estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo a ONU, dentre as medidas para enfrentar e prevenir a violência doméstica durante a pandemia com maior eficácia no mundo destacam-se os investimentos em serviços de atendimento online, o estabelecimento de serviços de alerta de emergência em farmácias e supermercados e a criação de abrigos temporários para vítimas de violência de gênero. Pensando nisso, as redes de hipermercado e supermercado Extra, Pão de Açúcar, Assaí e Compre Bem, do GPA, se uniram à iniciativa do Instituto Avon no enfrentamento à violência contra as mulheres.

Os aplicativos Pão de Açúcar Mais, Clube Extra e Assaí e o site do Compre Bem passam a contar, a partir desta segunda-feira (22), com um banner que direciona as mulheres que estão sofrendo violência para uma página online onde poderão entrar em contato com uma assistente virtual via WhatsApp, que as ajudará a entender se estão passando por violência, informará sobre os serviços públicos disponíveis na rede de proteção e indicará quais recursos ela pode acessar.

A partir das perguntas, baseadas nos protocolos internacionais de avaliação de risco, a assistente consegue identificar a vulnerabilidade pela qual a mulher está submetida. Com o resultado desta análise, ela é direcionada para os diferentes recursos disponíveis.

Esta nova funcionalidade dos aplicativos de fidelidade do GPA faz parte do Programa Você Não Está Sozinha, lançado pelo Instituto Avon em abril desse ano, como uma resposta ao aumento dos índices de violência doméstica durante a quarentena.

“No contexto de pandemia, é preciso criar soluções inovadoras para enfrentar os desafios que temos em relação à violência doméstica. A dificuldade de conseguir sair de casa para pedir ajuda ou o medo de denunciar o parceiro são alguns dos obstáculos adicionais da vítima de violência no contexto do isolamento social. Nesse sentido, criar ambientes online para chegar a mais mulheres e facilitar o pedido de ajuda é fundamental para a contenção do agravamento da violência sobre a vida delas”, afirma Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon.

“Por meio dos aplicativos das marcas do grupo e de nossos canais de comunicação, que são acessados por milhares de clientes em todo o Brasil, queremos aumentar a conscientização, entendimento e acolhimento ao pedido de ajuda dessas mulheres”, disse Susy Yoshimura, diretora de Sustentabilidade e Compliance do GPA.

Outra iniciativa do Programa Você Não Está Sozinha busca apoiar mulheres que estão enfrentando dificuldades para suprir as necessidades básicas alimentares de suas famílias. Por meio da ação, o Instituto GPA e o Instituto Avon estão doando duas mil cestas básicas às mulheres de alta vulnerabilidade e com necessidades básicas alimentares. A solicitação do apoio pode ser feita por meio do site do Programa www.avon.com.br/instituto-avon/isoladassimsozinhasnao.