Em noite concorrida no Teatro Alfa, em São Paulo, foram premiados o trabalho e a criatividade da indústria nacional e também da internacional, desenvolvido pelas importadoras e distribuidoras brasileiras.
Profissionais emocionados das empresas e aplausos setoriais entusiasmados da platéia, lembravam a entrega de um Oscar, porque é sempre muito bom o reconhecimento desses profissionais que desenvolveram trabalhos especiais, num mercado já bastante competitivo.

O Boticário ganhou dois dos mais importantes prêmios: o prêmio de Perfumaria Nacional Feminina por sua fragrância Rhea (Firminich) desenvolvida a partir do álcool vínico e água de rosas, duas inovações na perfumaria mundial e o prêmio de Perfumaria Nacional Masculina, por Quasar Fire (Symrise), uma fragrância lançada em edição limitada para o Dia dos Namorados. A fragrância proporcionou ainda à Symrise o prêmio Aparício Basílio da Silva de Criação Perfumística Masculina, entregue à Eloísa Mello, líder da equipe de Fine Fragrances no país e ao presidente da empresa na América Latina, Eder Ramos. O Boticário possibilitou ainda à Givaudan ganhar o prêmio Aparício Basílio da Silva de Criação Perfumística Feminina por Linda Brasil.

A Natura ficou com o prêmio de Empresa do Ano e com os de melhor Linha Infantil, pela Linha Mamãe e Bebê, e Linha Corporal, com Natura Ekos Geléia Refrescante para o Corpo Pitanga.

Paulo Zottolo, presidente da BDF Nívea do Brasil ficou com o prêmio Profissional do Ano.

O melhor produto de tratamento para o rosto do ano ficou com o Renew Clinic, da Avon, que também levou o prêmio Linha Maquiagem, pela coleção Avon Color Cubic, de brilho labial.

A Neutrolab que acaba de trazer ao país o perfume Prada, de Prada, ganhou o prêmio Perfumaria Internacional Feminina e também o prêmio Perfumaria Internacional Masculina, com Z, de Zegna, de Ermenegildo Zena. 

Uma votação entre consumidores da cidade de São Paulo elegeu ainda as fragrâncias internacionais preferidas pelo público – Armani Black Gold, de Giorgio Armani, na categoria masculina e Bulgari BLV Note, de Bulgari, na categoria feminina.

Várias empresas latino-americanas participaram da premiação mas a Ebel, do Peru, levou os dois prêmios de melhor Perfumaria. Prêmio Perfumaria Latino Americana Masculina, por Bleu Intense (IFF) e prêmio Perfumaria Latino Americana Feminina, por Histoire Magique (Quest).

A Droga Onofre ganhou o prêmio por melhor Ponto de Venda Mass Market e a Calèche pelo melhor Ponto de Venda Seletivo.

O prêmio Atualidade Cosmética auditado pela Price WaterhouseCoopers, foi uma realização da Cusman Editora.